Unimed Vale do Sinos
0800 642 1800 SOS 0800 541 5288

Fale com a Unimed

Notícias Unimed

O que você precisa saber sobre nós

Novembro Roxo: Unimed Vale do Sinos realiza ações no mês da prematuridade

Cooperativa ressalta a sensibilidade, chamando a atenção para o tema que é tão importante para a saúde mundial

Os meses de outubro e novembro são marcados pelas cores rosa e azul, respectivamente. Mas você sabia que o mês de novembro também carrega a cor roxa por um motivo muito especial? O Novembro Roxo ressalta a sensibilidade para a prematuridade e tem como objetivo alertar, orientar e esclarecer dúvidas sobre o tema. O dia 17 ficou mundialmente conhecido como o Dia da Prematuridade.

Para não deixar o mês passar passar em branco, a Unimed Vale do Sinos realizou algumas ações durante o período. A UTI Neonatal do hospital da cooperativa, decorou o local com fotos de membros da equipe e mensagens de carinho e apoio aos papais que, veem ali, uma segunda família.

Decoração da UTI Neonatal

Além disso, também foram produzidos chaveirinhos de crochê em formato de pezinho de bebê na cor roxa. Uma pequena lembrança produzida pela Mariza Pereira dos Santos, que integra a equipe da UTI Neonatal, para presentear os papais que estavam com os recém-nascidos internados durante o mês de novembro.

Pezinho de crochê entregue aos papais de prematuros no mês de novembro

Para encerrar o mês com chave de ouro, na noite de 30 de novembro, ocorreu no Facebook da Unimed Vale do Sinos a live Amamentação & Prematuridade, ministrada pela Enfermeira Ana de Souza. “É muito importante fazer essa live, pois é um assunto que tem um impacto muito grande na vida de muitas famílias”, explica. “A prematuridade é encarada como um assunto de preocupação de saúde pública, pela quantidade de prematuros que nascem. Anualmente são 15 milhões de prematuros no mundo”, conta Ana.

Enfermeira Ana durante a live Amamentação & Prematuridade

Para a enfermeira, é extremamente importante que profissionais da saúde estejam capacitados para receberem prematuros e seus familiares. “Nós, da área da saúde, precisamos estar atentos e saber trabalhar com esse público, que é uma familia que precisa de um acolhimento diferenciado”, explica.

Aline em emocionante depoimento durante a live

Após alguns minutos de muita informação e conhecimento compartilhados, foi transmitido o vídeo da Aline Fernanda da Silva, mamãe da Helena, que nasceu prematura justamente no mês de novembro de 2018. Aline deu um depoimento emocionante que descreve sua experiência como mãe de prematuro e os dias em que estiveram no hospital. "Foram nove dias de internação na UTI Neonatal e eu julgava os nove piores dias da minha vida. Hoje eu sei que foram os melhores!”, emociona-se. “Lá dentro eu aprendi tudo o que sei hoje. Hoje eu ajudo outras mães que passam pelo que passei”, completa. Aline lembra com muito carinho da equipe da UTI Neonatal que esteve ao seu lado durante todo o tempo. “Eu digo pra todos que, além de mim, a Helena teve diversas outras mães dentro da Neo. Lá, eu aprendi a ser uma pessoa melhor”, conta.


Você sabia?

A cor roxa foi escolhida como o símbolo da campanha, pois representa a sensibilidade e individualidade, características bastante comuns em prematuros. Além disso, a cor roxa também significa transformação, fator que é bastante visível para quem acompanha o processo de desenvolvimento de um bebê prematuro.

A live completa Amamentação & Prematuridade você encontra disponível aqui.


Buscar Médicos Acesso